Publicado em 13 fev 2014 às 7:13 / Modificado em 13 fev 2014 7:13

Policial civil é executado com tiro de calibre 12



m policial civil foi assassinado, segundo as informações, com um disparo de escopeta calibre 12 na cabeça, no final da tarde dessa quarta-feira, 12 de fevereiro, na região de Paranhos, na fronteira com o Paraguai.

402629379_policial

Segundo as informações, Marcílio de Souza, de 51 anos, que tem raízes em Amambai, mas há cerca de 10 anos atuava na Delegacia de Polícia Civil de Paranhos, estava próximo a linha internacional que separa Paranhos no Brasil da cidade de Ypêjhú no Paraguai, do lado paraguaio da fronteira, quando teria sido assassinado à “queima-roupa” por um individuo, até o momento não identificado.

Considerado policial exemplar, atuando a cerca de dez anos na Delegacia de Paranhos, Marcílio ajudou a desvendar vários crimes e colocar na cadeia diversos criminosos, alguns deles considerados de alta periculosidade, que atuavam e ainda atuam naquela região de fronteira seca.

Uma grande movimentação policial está sendo realizada neste memento no sentido de desvendar o crime e prender o executor.

A assessoria da Polícia Civil informou que ainda não tem mais informações sobre o ocorrido.

Caarapó News